LAMP (MariaDB)

Fala galera!!

Vamos ver como configurar um servidor LAMP (Linux, Apache, MariaDB e PHP7) no Debian 9 Stretch.

Para quem ainda não sabe, tanto o Debian 9 quanto o CentOS 7, nada mais nada menos que umas das principais distribuições Linux para servidores, já substituíram oficialmente o MySQL pelo MariaDB. Embora o MySQL continue sendo suportado e disponível nos repositórios é bom já ir se acostumando com o MariaDB.

1 – Instalando o MariaDB.

# apt install mariadb-server mariadb-client

Se tudo ocorreu bem você pode acessar o console do MariaDB com o comando mysql (para acessar como anônimo) ou mysql -u root (para acessar como usuário root do MariaDB). Para sair digite quit.

2 – Instalando o Apache2.

apt install apache2

Agora acesse o navegador e digite “localhost” ou o ip do seu servidor, no meu caso ficou http://localhost. Você deverá ver uma página como esta:

Se esta página apareceu pra você significa que seu Apache foi instalado corretamente e está tudo ok.

Algumas informações importantes sobre o Apache:

– Diretório default para hospedar paginas e sites no Debian: /var/www/html

– Arquivo de configuração: /etc/apache2/apache2.conf

– Configurações adicionais são armazenadas nos subdiretórios:

/etc/apache2

/etc/apache2/mods-enabled (para módulos)

/etc/apache2/sites-enabled (para virtual hosts)

/etc/apache2/conf-enabled

3 – Instalando PHP7.

Vamos instalar o PHP e também o módulo para Apache com o seguinte comando:

apt install php7.0 libapache2-mod-php7.0

Agora iremos reiniciar o Apache:

systemctl restart apache2

Testando e obtendo detalhes sobre nossa instalação do php7.0

Crie o seguinte arquivo e adicione o conteúdo como segue:

vi /var/www/html/info.php

<?php
phpinfo();
?>

Agora acesse novamente o endereço de seu servidor através do navegador e acrescente /info.php no final. No meu caso ficou assim http://localhost/info.php

Como você pode perceber o PHP está instalado e rodando corretamente. Você pode observar também todos os módulos que estão habilitados no PHP. Note que ainda não temos o MySQL aparecendo aí.

4 – Obtendo suporte ao MariaDB no PHP7.

Instale os seguintes pacotes:

apt install php7.0-mysqlnd php7.0-curl php7.0-gd php7.0-intl php-pear php7.0-imagick php7.0-imap php7.0-mcrypt php7.0-memcache php7.0-pspell php7.0-pspell php7.0-recode php7.0-snmp php7.0-sqlite php7.0-tidy php7.0-xmlrpc php7.0-xsl

Você pode pesquisar por outros módulos PHP com o comando:

aptitude search php7.0

ou

# apt search php7.0

Agora reinicie o Apache:

systemctl restart apache2

Dica: melhore a velocidade de suas páginas com o APCu. APCu é um free PHP opcode cacher que faz cache e optimiza páginas PHP. Você pode instalar através do seguinte comando:

apt install php7.0-apcu

Reinicie novamente o Apache:

systemctl restart apache2

Acesse novamente a página de informações do PHP em http://localhost/info.php e verifique que agora aparece as informações de suporte ao mysqlnd (o que significa que temos suporte ao nosso MariaDB):

5 – Instalando o PhpMyAdmin.

O PhpMyAdmin é uma intarface web para administração de banco de dados do MySQL e MariaDB Server. Você pode fazer a instalação através do seguinte comando:

apt install phpmyadmin

Será solicitado as seguintes informações:

Web server to reconfigure automatically: <– apache2
Configure database for phpmyadmin with dbconfig-common? <– Yes

Senha MySQL da aplicação para o phpmyadmin: <- digite uma senha e confirme

Após a instalação, você poderá acessar o PhpMyAdmin inserindo no navegador o ip do seu servidor e adicionar no final /phpmyadmin. No meu caso ficou assim: http://localhost/phpmyadmin

Entre com login phpmyadmin e a senha que você cadastrou na instalação

Pronto galera. Se tudo deu certo você acaba de configurar seu servidor LAMP com MariaDB.

6 – Importante

Por padrão, após sua instalação o MariaDB não vem com as configurações básicas de  hardening. Basta verificar digitando o comando mysql no terminal e verá que vai ter acesso como anônimo tranquilamente. Você também pode digitar mysql -u root simplesmente e terá acesso como root sem senha.

Você pode facilmente aumentar a segurança do MariaDB usando o script mysql_secure_installation. Veja nos passos a seguir como configurar uma senha para o user root do MariaDB, remover permissão para usuários anônimos, desabilitar login remoto do root, e remover o banco de dados de teste aumentando assim a segurança de seu MariaDB. Para isso digite o seguinte comando em seu terminal:

# mysql_secure_installation

Configure como a seguir:

– Enter current password for root (enter for none): none
– set root password? [Y/n] y   (na sequência digite uma senha e depois confirme)
– Remove anonymous users? [Y/n] y
– Disallow root login remotely? [Y/n] y
– Remove test database and access to it? [Y/n] y
– Reload privilege tables now? [Y/n] y

Reinicie o mariadb

# systemctl restart mariadb

Agora você não deveria mais ter acesso como anônimo digitando o comando mysql ou acesso root sem senha digitando o comando mysql -u root. Mas se por acaso ainda assim estiver acessando, faça o seguinte:

mysql -u root

GRANT ALL ON *.* TO root@localhost IDENTIFIED BY ‘senha’;
flush privileges;

Faça os testes novamente. Agora você só deveria conseguir acessar digitando o seguinte comando seguido da senha do root:

# mysql -u root -p

Obs: Para poder criar novos bancos de dados e usuários via phpmyadmin acesse http://localhost/phpmyadmin e faça logon com user root e a senha que você definiu para o root do MariaDB.

E é isso aí galera, espero que tenham curtido este artigo.

Não esqueçam de deixar seus comentários e nos ajudar compartilhando este post.

Um abraço a todos!

TutorLinux

www.esperanca.com.br

6 comentários em “LAMP (MariaDB)”

  1. Rapaz, teu tutorial é muito bom, mas pena que não consigo realizar uma tarefa e exclui removi deletei tudo que instalei e mandei tudo pra pqp.
    P* meu, fiz tudo de novo, repeti 3 vezes e não consigo criar uma tabela pelo phpmyadmin, mostra um texto em vermelho que não tenho permissão para criar uma tabela, coloquei chmos em tudo que era pasta e a p* não sai disso. Tá faltando alguma coisa sobre permissões aqui no seu tutorial que impossibilita de eu criar uma tabela pelo navegador usando localhost/phpmyadmin. Não é a senha de entrada, eu entro normalmente, só, quando clico no botão Base de dados, o botão criar tabela está desabilitado e a mensagem em vermelho dizendo que não tenho peremissão.
    Uso o Debian 9.4 desktop 64 bits. Não quero para usar como servidor, quero apenas instalar o WordPress para criar um site de exemplo para eu aprender a usar o WordPress. criei uma VM (VirtualBox) só pra isso e não consigo fazer. Se solucionar ou quiser me dar uma dica, manda para meu email por favor ( rda.linux@gmail.com ). Grato.

  2. Boa tarde,

    Eu segui todos os passos dos post e tudo ocorreu bem até este ponto abaixo:

    “Após a instalação, você poderá acessar o PhpMyAdmin inserindo no navegador o ip do seu servidor e adicionar no final /phpmyadmin. No meu caso ficou assim: http://localhost/phpmyadmin

    quando digito este endereço aparece a mensagem (404 Not Found):

    “Not Found
    The requested URL /phpmyadmin/ was not found on this server.
    Apache/2.4.25 (Debian) Server at localhost Port 80”

    Sabe o que poderia ser?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.